Ceilândia: (61) 3371-5937  Asa Norte: (61) 3349-1186  Taguatinga: (61) 3550-6998 Cruzeiro/Sudoeste: (61) 3550-8953

Ceilândia: (61) 3371-5937
Asa Norte: (61) 3349-1186
Taguatinga: (61) 3550-6998
Cruzeiro/Sudoeste:(61) 3550-8953

Terapias Alternativas

Pacientes com fibromialgia frequentemente procuram terapias alternativas para o alívio dos sintomas. A Acupuntura é uma das opções terapêuticas mais procuradas por estes pacientes, com ótimos resultados.

Fibromialgia, que é >

Como a Acupuntura pode ajudar?

As aplicações de Acupuntura ajudam os pacientes com Fibromialgia no alívio da dor (com importante diminuição da sensação dolorosa), melhora do sono, humor, e fadiga (por meio da ação da Acupuntura de liberação de opioides endógenos e neurotransmissores como serotonina, endorfina). Assim, a Acupuntura é uma excelente terapia nestes casos, pois ajuda os pacientes a ter melhora na qualidade de vida, melhora dos sintomas da Fibromialgia, e também na diminuição do uso de remédios contínuos que estes pacientes precisam tomar todos os dias, diminuindo assim os seus efeitos colaterais.

Mas há evidências científicas?

A Acupuntura é ainda uma terapia recente no mundo ocidental, com a grande maioria das pesquisas científicas iniciadas após a década de 70. Muitos dos estudos iniciais pecavam pela baixa qualidade metodológica. Estuda-se bastante também a Acupuntura em experimentos animais, em que pesquisadores tentam entender o mecanismo de funcionamento da Acupuntura.

De acordo com estudos científicos, a Acupuntura apresenta efeitos analgésicos em diversos tipos de dores crônicas. Os estudos de Acupuntura na Fibromialgia são poucos, mas a maioria sugere que a Acupuntura pode ter um efeito benéfico, não apenas no controle da dor, mas também nos outros sintomas associados à Fibromialgia.

Um estudo publicado pela Clínica Mayo dos Estados Unidos mostrou que a Acupuntura pode ajudar a melhorar a fadiga e ansiedade nos pacientes com Fibromialgia, por até 7 meses após o final do tratamento. Neste estudo, foram selecionados 50 pacientes com Fibromialgia, sendo que metade deles recebeu o tratamento real de Acupuntura, e a outra metade um tratamento placebo. Nenhum dos pacientes sabia qual tratamento estava recebendo. Os pacientes no grupo Acupuntura relataram menos fadiga, e menos sintomas de ansiedade após um mês de tratamento com a Acupuntura real.

Outro estudo feito no Canadá com 20 pacientes com Fibromialgia, seguiu os pacientes por 12 semanas. No estudo, 7 pacientes relataram melhora significativa de seus sintomas, 10 relataram melhora moderada, e 3 pouca melhora.

Referências